Rio

Os meninos iam bem na escola, embora ela tivesse que monitorar o mais novo com frequência nos seus deveres de casa. O interesse dele era copiar sempre o que seu irmão mais velho fazia. Eram realmente bons amigos, apesar dos 5 anos que os separavam.

As meninas, uma loira, a outra morena,  eram muito pequenas ainda para muitas brincadeiras. Ficavam, a maior parte do tempo, no quarto de costura da casa, ora às voltas com retalhos e carretéis vazios, ora balançando-se sobre os pés ritmados da mãe, enquanto ela mexia os pedais que faziam a máquina funcionar.

As férias escolares se aproximavam e eles planejaram visitar a avózinha e os tios, no Rio de Janeiro. Era a primeira vez que faziam uma viagem assim, e estavam cheios de expectativas.

Foram 7 horas de ônibus, uma longa viagem tentando distrair quatro crianças, mas valeu a pena. Desde a chegada na rodoviária, deslumbravam-se com tudo o que viam na cidade grande. Era um espetáculo! Visitaram o Cristo, o Pão-de-açucar, o Jardim Botânico, a Igreja da Penha e as praias mais famosas numa única semana. A cidade maravilhosa os encantou e tornou-se visita obrigatória para eles,  todos os anos, em todas as férias.

Comentários

Postagens mais visitadas